COMO É REALIZADO O EXAME DE PROCESSAMENTO VISUAL?

Para os Oftalmologistas e Visopedagogos especializados em Transtornos do Processamento Visual importa saber, além do QUANTO o paciente enxerga, COMO ele enxerga aquilo que vê. Importa também conhecer as repercussões de COMO ele enxerga em relação aos demais órgãos dos sentidos, em relação ao corpo como um todo, em relação as atividades escolares e da vida diária.  

O Exame do Processamento Visual envolve uma série de provas físicas, psicofísicas e computadorizadas, interativas com o paciente, que analisam as funções neurológicas relacionadas a visão e as ações geradas em decorrência desta forma de ver. 

ORIENTAÇÕES AOS PACIENTES E RESPONSÁVEIS. 

No momento do agendamento o atendente deverá ser informado tratar-se de "EXAME DE PROCESSAMENTO VISUAL".

No dia do exame evitar agendar outros procedimentos e/ou compromissos imediatamente após a avaliação. O procedimento é realizado com tempo controlado e poderão ser necessárias complementações em outros horários.

O paciente deverá comparecer trajando roupas esportivas (agasalho e tênis no inverno ou camiseta, bermuda e tênis para os dias quentes).

É permitida a entrada de um único acompanhante (familiar) na sala de exame. Solicitamos aos pais que não tragam outros parentes (irmãos, primos, avós, etc) no momento do exame pois o tempo de avaliação é longo e não permite interrupções.  

O resultado é fornecido por escrito ou por via eletrônica (e-mail) para o profissional e para os pais ou responsáveis em até 10 dias úteis.

Nossa clínica não aceita que a avaliação seja remunerada por convênios, seguros ou cooperativas médicas. São fornecidos recibos em nome do cliente com a especificação 'PROCESSAMENTO VISUAL" para diferenciar da avaliação oftalmológica de rotina. Não serão fornecidos recibos em nome de terceiros ou com "adequações" com o objetivo de forçar reembolso. Os recibos podem e devem ser utilizados por ocasião do "Informe de Rendimentos da Receita Federal".

Não se aceitam retorno de avaliação, explicação, etc. Todas os momentos requerem o pagamento dos honorários profissionais. 

Nos casos em que a decodificação for considerada a causa básica do Déficit no Processamento Visual o paciente será reencaminhado ao Oftalmologista responsável com as devidas justificativas.